Programação - MUSALAC - Download Programação em pdf

 Pagina Principal / Programação
Dia 17 de agosto - Segunda-feira
10h – 12h /14h – 17h Inscrições
1ª dia - 18 de agosto - Terça-feira
7h - 9h Inscrições
9h – 9h30 Abertura – Autoridades de Corupá, Santa Catarina e representantes de instituições do Comitê Organizador.
Seção A: Sistemas de produção e mercado
Moderadores: Luiz Alberto Lichtemberg / Thierry Lescot
9h30 – 10h15 Conferência de abertura: “Sistemas de produção em musáceas no subtrópico: desafios e oportunidades
frente à variabilidade climática” – Luiz Alberto Lichtemberg e Márcio Sônego, Epagri, Brasil.
10h15 – 10h30 Intervalo
10h30 – 11h “Bananas na Argentina: passado, presente e futuro” – María Julia Fagiani e Arnaldo Tapia, Inta, Argentina.
11h – 11h30 “Pesquisa com bananas no Brasil: uma análise retrospectiva com visão de futuro” – Zilton Cordeiro e
Domingo Haroldo Reinhardt, Embrapa, Brasil.
11h30 – 12h “Panorama geral do mercado de banana no Brasil” – Orivaldo Dan, Tropsabor, Brasil.
12h – 13h30 Almoço e visita aos estandes e pôsteres.
13h30 – 14h “Impacto de eventos climáticos extremos sobre a produção de bananas na Costa Rica” – Jorge Sandoval,
Corbana, Costa Rica.
14h – 14h30 “Banana e plátano nos sistemas de produção não convencionais: aspectos a considerar em busca
da sustentabilidade na América Latina e Caribe” – Charles Staver, Bioversity International, França; e Marcelo
Romano, Embrapa, Brasil.
14h30 – 15h30 “Opções de variedades e estratégias de melhoramento das musáceas em função dos sistemas de
produção” – Edson Amorim, Embrapa, Brasil; e Sebastião Oliveira Silva, UFRB, Brasil.
15h30 – 15h45 Intervalo
15h45 – 16h15 “Avaliação de variedades de banana no subtrópico da Austrália” – Mike Smith, DAF, Queensland, Austrália.
Seção B: Ecofisiologia, solo e clima Moderadores: Luiz Antonio Teixeira/ Arnaldo Tapia
16h15 – 16h45 “Manejo de solos e nutrição em musáceas: considerações práticas para a produção sustentável” –
Luiz Antonio Teixeira, IAC, Brasil.
16h45 – 17h15 “Irrigação e ecofisiologia em musáceas: aspectos práticos de manejo para o uso eficiente da água” –
Sérgio Donato, IF Baiano; e Eugenio Coelho, Embrapa, Brasil.
17h15 – 17h45 “Uso de coberturas vegetais e manejo orgânico dos solos em musácea” – Ana Lúcia Borges, Embrapa,
Brasil; e Erval Damatto Jr., Apta/Registro.
17h45 – 18h15 “Práticas pré-colheita para a redução de danos provocados por baixas temperaturas” – Juliana
Domingues Lima, Unesp-Registro, Brasil.
18h15 – 19h15 Painel de perguntas e discussão sobre sistemas de produção, ecofisiologia, solo e clima.
19h15 – 20h Visita aos estandes e avaliação de pôsteres.
20h – 22h Coquetel
2º dia – 19 de agosto
Seção C: Pragas e doenças – Estratégias de manejo
Moderador: Zilton Cordeiro/Luis Pérez Vicente
8h – 8h30 “Influência da variabilidade climática no manejo integrado de pragas e doenças das musáceas” –
Luis Pérez Vicente, Inisav, Cuba.
8h30 – 9h “Problemas fitossanitários em musáceas no subtrópico: particularidades para seu manejo” –
Robert Hinz , Epagri, Brasil.
9h – 9h30 “Sigatoka-negra: uma análise epidemiológica comparativa entre o trópico e o subtrópico da
América Latina e Caribe” – Wilson Moraes, Mapa, Brasil; e Mario Orozco, Inifap, México.


9h30 – 10h “O moleque-da-bananeira: mudanças de comportamentos diante da mudança climática e
implicações para seu manejo” – Marilene Fancelli, Embrapa, Brasil.
10h – 10h15 Intervalo
10h15 – 10h45 “Impacto da mancha vermelha da fruta na produção orgânica de banana no Peru e Equador: situação
atual e alternativas para seu manejo” – Juan Carlos Rojas, Inia, Peru; e Luud de Clerck, Taste, Holanda.
10h45 – 11h15 “Moko da bananeira: impactos causados na Colômbia e estratégias de manejo” – Elizabeth Alvarez,
Ciat, Colômbia.
11h15 – 11h45 “A ameaça global da TR4: avanços e iniciativas de pesquisa” – Gert Kema, Plant Research International/
WUR, Holanda.
11h45 – 12h15 “Programa de Proteção de Plantas para Bananeiras na Austrália” – André Drenth, Universidade de
Queensland, Austrália.
12h15 – 13h45 Almoço e visita aos estandes e pôsteres.
13h45 – 14h30 “Fusariose da bananeira no Brasil: situação atual e perspectivas de pesquisa” – Fernando Haddad,
Embrapa, Brasil.
14h30 – 15h “Fusariose da bananeira na Costa Rica: resultados e iniciativas de pesquisa” – Nancy Chaves, Bioversity
International, Costa Rica.
15h – 15h30 “Análise epidemiológica comparativa de murchas por Fusarium: implicações para o manejo” –
Gustavo Mora, Colpos, México.
15h30 – 16h “Análise espacial e uso de dispositivos móveis: iniciativas e avanços de pesquisas aplicadas à murcha
por Fusarium das musáceas” – David Brown, Bioversity International, Costa Rica.
16h – 16h15 Intervalo
16h15 – 16h45 “Estratégia global e regional para a prevenção da raça 4 tropical de Fusarium: iniciativas, ações e
perspectivas do Oirsa” – Carlos Urias Morales, Oirsa, El Salvador.
16h45 – 17h15 Painel de perguntas e discussão sobre pragas e doenças com ênfase na prevenção da raça 4 tropical.
17h15 – 18h15 Conferência de encerramento: “Pesquisa e desenvolvimento para a produção de musáceas na
América Latina e Caribe: uma visão crítica e construtiva” – Luis Pocasangre, Universidade Earth, Costa Rica.
18h15 – 19h30 Entrega de certificados, reconhecimentos e premiação de trabalhos.
3º dia – 20 de agosto Dia de campo
8h30

Partida para o campo.

Visita a uma propriedade privada previamente selecionada pelo comitê organizador. Antes de entrar na propriedade, os
participantes serão informados dos cuidados a tomar para evitar a disseminação de pragas e doenças. Serão divididos em
três grupos (A, B e C). Cada grupo percorrerá três estações localizadas em diferentes lugares da propriedade, onde serão
discutidos aspectos práticos sobre:
Grupo A: Murcha por fusariose (Instrutores: Fernando Haddad, Robert Hinz e Zilton Cordeiro*).
Grupo B: Pragas e doenças com ênfase no moleque-da-bananeira e sigatokas (Instrutores: Marilene Fancelli, Juan
Carlos Rojas, Luis Pérez Vicente, Mario Orozco e Wilson Moraes*).
Grupo C: Práticas de manejo do cultivo: solo, nutrição e água (Instrutores: Ana Lúcia Borges, Maria Geralda Rodrigues,
Thierry Lescot, Sérgio Donato, Luiz Teixeira e Luiz Alberto Lichtemberg *)
Legenda = * Coordenador de grupo.

12h Almoço
14h Participação na Feira da Banana de Corupá.


Mais informações
Site: /http://banana-networks.org/musalac/2015/02/16/reunion-musalac-y-congreso/
E-mail:

musalac@asbanco.com.br

congreso2015@musalac.org
Contatos:
Secretaria de Desenvolvimento Rural: (47) 3375-1902
Asbanco: (47) 3375-1848
Epagri: (47) 3276-9370
Obs.: Programação sujeita a alterações.

 

Festa Catarinense da Banana


O evento será realizado nos dias 18 a 23 de agosto de 2015, no Seminário sagrado Coração de Jesus, em Corupá – SC.

O Município de Corupá está localizado na região norte do
Estado de Santa Catarina, sendo decretada a Capital
Catarinense da Banana, possuindo cerca de 5.500 hectares
de produção, cultivados por aproximadamente 650 famílias,
gerando 3.000 empregos diretos e indiretos.

saiba mais ....

III Congresso - MUSALAC


Brasil sediará evento internacional sobre bananicultura. Entre 18 e 20 de agosto deste ano a cidade de Corupá, no norte de Santa Catarina, sediará o III Congresso Latino-Americano e do Caribe de Bananas e Plátanos, promovido pela Rede da América Latina e Caribe para a Pesquisa e Desenvolvimento da Banana - MUSALAC. Este é um evento internacional que ocorre pela primeira vez no Brasil e em uma cidade que se destaca pela produção da fruta em clima subtropical, tem como principal mão de obra a agricultura familiar e, também, onde está instalada a ASBANCO-Associação dos Bananicultores de Corupá, com suas 419 famílias associadas. Corupá ostenta o título de "Capital Catarinense da Banana" e se orgulha de produzir a fruta com sabor mais doce que as demais regiões.

saiba mais ....

Copyright © Almir Mass - 2015